Sangue oculto nas fezes - para que serve este exame?

Este exame [pesquisa de sangue oculto nas fezes, ou simplesmente pesquisa de sangue oculto] foi elaborado para identificar se está ocorrendo algum tipo de sangramento no tubo digestivo que não seja visível. 

 

Qual a importância disto?

presença de sangue nas fezes (mesmo quando não visível pelo indivíduo) pode significar problema de saúde. Quando não é visível, então o problema não está ocorrendo e não está sendo percebido pela pessoa. Isto é importante porque muitos problemas do intestino podem se apresentar, inicialmente, apenas minúsculas gotas de sangue nas fezes que não podem ser percebidas pela visão. A pesquisa de sangue oculto é considerado um dos exames mais inócuos para detecção precoce do câncer intestinal. Um exame positivo não significa que o paciente esteja com câncer - apenas sugere que ele investigue melhor.

 

Que tipo de problema este exame pode detectar?

Os pólipos benignos, quando pequenos, podem apresentar sangramento mínimo o qual pode não ser percebido nas fezes pela visão. Sabemos hoje em dia que a maioria dos pólipos benignos são lesões pré-malignas. Portanto, se é possível detectar algum sinal da presença de um pólipo em sua fase benigna e removê-los, estaremos realizando a prevenção da doença maligna. Neste caso, o exame de sangue oculto pode ajudar a identificar esta condição. Outros problemas como inflamação no intestino também pode ser identificado pela pesquisa de sangue oculto.

 

Como é realizado este exame?

Este é um exame de laboratório em que o paciente leva uma ou mais amostras de fezes para análise em frascos descartáveis. É um métodos simples, não invasivo e de baixo custo.

Atualmente já existe em quase todos os laboratórios o método imunológico, em que a pesquisa é específica para a presença de sangue humano. Este método dispensa a necessidade de dietas rigorosas, não havendo então a possibilidade de reagir com as proteínas contidas em carnes animal deglutida.

As amostras de fezes devem ser coletadas com alguns cuidados especiais: não pode haver sangramento gengival ou nasal na ocasião; não pode estar usando aspirina (AAS) ou antiinflamatórios; não pode colher em período menstrual; uso de fio dental deve também ser interrompido na véspera da coleta. No caso de realizar o exame tradicional, leia atentamente as recomendações do laboratório sobre a dieta. A vitamina C deve também ser interrompida para não provocar falso resultado.

 

Para quem o exame não tem indicação?

Pra os portadores de hemorróidas, fissura anal ou uso de anticoagulantes que não possam ser interrompidos. Nestes casos o exame perde seu valor.


fonte: http://draednaferraz.site.med.br/index.asp?PageName=Temas-20em-20Coloproctologia